Eu!

Eu!

terça-feira, outubro 23, 2012


Um pouco do que sente uma doceira...

Olá Queridas e Queridos!

Este post é sobre algo que gostaria de dividir com todos que acompanham meu trabalho com a finalidade de que saibam um pouquinho que sentimos nós doceiras, boleiras, bem-casadeiras..... enfim todas aquelas ( e aqueles) profissionais que trabalham com guloseimas para eventos em geral.

Nosso trabalho é fazer delicias que vão incrementar o "grande dia" de muitos casais, debutantes, pequeninos, e tantos outros, seja em grandes eventos ou numa comemoração simples e intima.

Faz parte do processo de fechamento do contrato dar uma amostra do nosso trabalho aos clientes. Eu por exemplo dou uma caixa com doces e chocolates sortidos que contem de 15 a 20 unidades, o que é uma quantidade bem bacana ainda que essa caixinha venha a ser dividida por 3 ou 4 pessoas, uma vez que o objetivo aqui é:
  • Ver pessoalmente a beleza e detalhes dos doces;
  • Sentir a textura dos mesmos;
  • Apreciar o sabor de cada doces (e principalmente neste caso, apenas um pequeno pedaço é o ideal  pois, uma quantidade exagerada faz o cliente enjoar no quarto ou quinto docinho e no final a possibilidade dele começar a achar ruim - não porque a qualidade não é boa- mas porque misturou um monte de sabores- é GRANDE!
Nesta minha caminhada já vi  e ouvi de tudo um pouco.... teve gente que reclamou que 15 a 20 unidades é pouco, já teve gente que pediu 70 unidades para degustar, já ouvi outros solicitando 1 unidade de cada um dos doces que eu produzo (e são mais de 150), já vi noivos "exigindo" uma caixa para cada um deles..... enfim estes são alguns dos inúmeros pedidos (que obviamente não foram atendidos) de pessoas que de acordo com o meu entendimento acham que o fornecedor não tem custo nenhum com as degustações.... ledo engano! Nossos custos são altíssimos, são os produtos, a embalagem, o tempo de preparo, os folhetos explicativos que os acompanham, enfim....

E o que mais me incomoda não é o cliente não optar pelo meu trabalho no processo de escolha, nada disso! O que me incomoda por exemplo é o cliente" que liga "desesperado" atrás de uma degustação faltando um mês para o casamento e quase surtando pra você dizer que tem uma vaga na agenda para atende-lo e que pede pra você preparar uma caixa de degustação do dia pra noite, e te põe quase doida tamanha a insistência....e a fornecedora aqui acreditando que aquele interesse é REAL vai lá, para tudo e dá a solução para a referida questão preparando a degustação de ultima hora..... infelizmente a experiência já confirmou que estes, na maioria das vezes, nunca mais dão sinal de vida..... 

Me incomoda o fato do "cliente" já estar 99,9% definido quanto a fechar com outro fornecedor e ainda assim pedir uma caixa de degustação.... Obviamente que o cliente está mais que no direito dele de ter entre seus fornecedores quem ele bem entender, só não acho que ele tenha direito de não pensar no que esta atitude pode prejudicar não só o fornecedor mas também outro cliente que tenha realmente interesse em degustar e fazer negocio com o fornecedor, isso porque quando um cliente agenda comigo e confirma sua participação em uma degustação ele "tira" a vaga de outro cliente, uma vez que o numero de vagas é limitado. Eu já li num blog uma Noiva que ela já tinha fechado todos os doces, mas que ela estava "vivendo este momento pré-casamento" e por isso ela ia degustar todos os doces e chocolates de todos os fornecedores do Rio de Janeiro, pois o momento era agora!" Isso é ético? Isso é inteligente? Acho que não né?! Primeiro porque para mim vale sempre aquela "máxima"  "não faça com os outros o que não deseja que façam com você", e outra questão que entra aqui é: se o casal resolver degustar todos os doces, chocolates, buffets, bolos, etc,etc,etc.... chegarão alguns bons quilos acima ao altar....

Amo meu trabalho, amo entregar as caixinhas de degustação, todas arrumadinhas iguaizinhas, amo explicar cada detalhe aos clientes, amo ver os olhos brilharem, amo ver as reações, AMO,AMO,AMO.... e por isso me entristeço quando encontro pela frente pessoas que não valorizam o nosso trabalho, que desdenham, que acham que "isso não é mais que nossa obrigação", que não estão nem ai se suas atitudes irão onerar o fornecedor....

Me entristeço com pessoas que após o recebimento da degustação, desaparecem , não respondem e-mail, nada, nada, nada..... Será que o fornecedor não merece nem um "muito obrigado" ? Sou gentil com meus clientes, não porque preciso deles, mas porque tenho respeito pelo ser humano. Eu também muitas vezes peço o orçamento de determinados fornecedores e após uma avaliação se o valor não for interessante para mim, ou o prazo de pagamento, ou a qualidade do produto, enfim, ainda assim eu envio um e-mail agradecendo a atenção e informando que não vou fechar, é tão simples.....

Por isso antes de pedir uma degustação, um orçamento, enfim.... reflita se de fato tem interesse no serviço ou produto  pois, além dos custos há também o tempo que nós fornecedores dispensamos aos clientes... e o tempo que se perde jamais volta....

Bjs em todos!

Mery Anne Azevedo




2 comentários:

  1. Anônimo23/10/12

    Perfeito Mery, dá para entender direitinho o sente uma doceira...

    ResponderExcluir
  2. É só nós doceiras sabemos o que é isso !!! Passo pelas mesmas situações.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu recadinho!